• Notícias

Ação judicial garante internamento em UTI para bebê

Publicado em: 19/09/2018 10:24:32

Unimed Caruaru negara cobertura à transferência alegando período de carência do contrato

Em ação judicial proposta contra a Unimed Caruaru, a Aduseps conquistou para um menor com apenas seis meses de idade, com quadro de amiotrofia muscular espinhal, a transferência para UTI pediátrica, ora negada pelo plano. A decisão liminar, impetrada na 3ª Vara Cível da Capital, fixou uma multa diária de R$ 2 mil em caso de descumprimento da ordem.


Ao negar cobertura ao internamento na UTI, a operadora alegara que o plano do menor encontrara-se em prazo de carência. O juiz que concedeu a liminar, no entanto, considerou injustificável tal prática, frisando que “descabe à operadora valorar, para fins de negativa de cobertura, a natureza do procedimento solicitado para enquadrá-lo em eventuais prazos de carência, uma vez que cabe ao profissional que cuida da saúde do paciente a escolha do melhor tratamento para ele indicado”.


A decisão antecipatória em favor do menor destacou que o internamento, imediato, fosse para hospital da rede credenciada ou particular, com serviço de terapia intensiva pediátrica que disponha de fisioterapia respiratória 24h por dia, além de suporte de fisioterapia motora, fonoterapia e terapia ocupacional.

Fonte: Assessoria de Imprensa Aduseps

Galeria de Fotos